Ligue: (34) 3253-0533
Brasil ocupa quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho!

Brasil ocupa quarto lugar no ranking mundial de acidentes de trabalho!

De acordo com dados da Previdência oficial, entre 2014 e 2018 foi registrado no Brasil 1,8 milhão de afastamentos por acidente de trabalho e 6,2 mil óbitos.

Os dados de acidentes de trabalho no país assuntam. De acordo com um levantamento feito pelo Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho do Ministério Público do Trabalho (MPT), diariamente, a cada 3 horas, 38 minutos e 43 segundos um trabalhador ou uma trabalhadora morre vítima de acidente de trabalho.

A cada 48 segundos, um é vítima de um acidente. Em um intervalo de cinco anos, de 2012 a 2017, foram notificadas 14.412 mortes e 4,26 milhões de acidentes de trabalho. Apesar de os números já parecerem altos, a realidade pode ser ainda pior. Isso porque as estimativas da Organização Mundial do Trabalho (OIT) indicam que apenas um em cada sete acidentes são notificados.

A maioria dos acidentes, cerca de 636.411 (21,03%), foi por corte, laceração, ferida, contusão e punctura (corte profundo, mas com diâmetro pequeno). Em seguida vêm os acidentes com fratura, com 529.360 (17,05%), e por contusão e esmagamento na superfície, 476.281 (15,74%).

Somente nesse período de 5 anos, os benefícios acidentários pagos chegaram a R$ 66.534.254.002. Isso significa que a cada 2 minutos R$ 1,00 foi destinado ao pagamento de um trabalhador acidentado. Já os dias de trabalho perdidos com afastamentos previdenciários e acidentários somam 305.299.902.

**Uso de Equipamentos de Proteção Individual, (EPIs)**

Quando o assunto é trabalho em redes de alta tensão, é preciso estar ainda mais atento aos procedimentos de segurança. Regulamentado desde 1977 pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o uso de equipamentos de segurança no trabalho é obrigatório para casos em que as atividades profissionais que possam trazer algum tipo de risco físico para o trabalhador.

O uso dos Equipamentos de Proteção Individual, (EPIs) é importante para garantir a saúde e a proteção do trabalhador. Os equipamentos são utilizados para evitar maiores complicações em casos de acidentes de trabalho. Além disso, o EPI também é usado para garantir que o trabalhador não fique exposto a doenças ocupacionais, que podem comprometer a capacidade de trabalho e de vida dos profissionais, durante e depois da fase ativa de trabalho.

Toda empresa deve fazer um estudo de riscos ocupacionais para definir quais são os equipamentos necessários para o trabalhador. Além de fiscalizar o uso dos equipamentos, a norma técnica chamada NR6, que estabelece o uso dos EPIs, determina que os equipamentos de segurança sejam fornecidos de forma gratuita ao trabalhador.

*Deseja saber mais sobre laudos e treinamentos em Segurança no Trabalho para a sua equipe? A CIA do Treinamento é uma empresa que se preocupa com a segurança dentro das empresas e que dá treinamentos e presta serviços nessa área. Fale com a gente! Atendemos em todo território nacional. Solicite orçamento! Ligue (34) 3253-0533 ou siga nossas redes sociais @ciatreinamento*

Fonte: Folha Vitória

Comentários estão fechados.