Ligue: (34) 3253-0533
Segurança no trabalho: como orientar os colaboradores?

Segurança no trabalho: como orientar os colaboradores?

Manter os dados e softwares da sua empresa protegidos é uma tarefa difícil? Certamente sua resposta foi: Sim! Então, nada de se desesperar. No texto abaixo separamos algumas dicas e instruções que podem ser aplicadas para aperfeiçoar a segurança do seu negócio. Continue a leitura!

Segundo o estudo realizado pela ESET Security Report, 52% das empresas latino-americanas se preocupam com vulnerabilidades de software e sistemas e 56% com a possibilidade de sofrerem ataques de malwares. Mas de onde vem esta preocupação? Mesmo que os programas de cibersegurança sejam modernos e eficientes ainda podem ser comprometidos por falhas humanas. Por isso, uma maneira de se proteger, seria orientar os colaboradores sobre como evitar a abertura de brechas de segurança.

Muitas empresas acreditam que um antivírus é o suficiente para manter as informações protegidas, mas a segurança dos dados vai além. As ameaças estão muito mais arraigadas e necessitam de ferramentas robustas para combate-las. Não adianta, por exemplo, ter um antivírus, se suas informações não são criptografadas antes de serem transmitidas ou armazenadas em nuvem, ou se qualquer colaborador tem a autorização para transmiti-las pelo email pessoal. Não adianta também ter senhas para os dispositivos, mas serem padronizadas, de maneira que todo colaborador de sua empresa consiga acessar o equipamento de um colega de outro setor.

Mas como orientar os funcionários de forma correta? É papel dos gestores, treinar e orientar os funcionários, quanto a segurança em seus setores para que tenham habilidade. Mais importante que saber como se proteger os colaboradores precisam entender como aplicar este conhecimento, a fim de gerenciar a própria segurança. Uma comunicação assertiva é fundamental para o desempenho desta etapa. Você certamente deve estar pensando como estabelecer estas etapas. Para facilitar esta essa aplicação, listamos algumas atitudes simples podem ser o começo de uma estratégia de proteção de dados:

1. Treine seus colaboradores sobre quais informações não podem ser compartilhadas com outros departamentos ou pessoas de fora da empresa.
2. Incentive os funcionários a reportar imediatamente a perda de crachás ou chaves da empresa.
3. Explique porque não é aconselhável, compartilhar senhas pessoais.
4. Peça para que os colaboradores mantenham fora da na área de trabalho arquivos e documentos sigilosos e sempre tenha seu protetor de tela configurado com uma senha forte.
5. Informe sobre os riscos de se ter senhas e números confidenciais anotados em papel.
6. Solicite que realizem bloqueio da área de trabalho sempre que se ausentar da posição.
7. Desenvolva uma regra para que seus colaboradores guardem seus cadernos, anotações e lembretes em uma gaveta ou armário com chave quando for se ausentar da mesa por longos períodos e todos os dias ao final do expediente. A mesma regra vale para documentos digitais importantes.
8. Peça para que seus colaboradores verifiquem se todos os arquivos mais importantes estão com backup correto e mais atual.
9. Formalize um documento contendo as possíveis punições em casa de descumprimento das normas de segurança.
10. O ÚLTIMO TÓPICO, MAS NÃO MENOS IMPORTANTE! As ações preventivas de segurança são importantes, porém é fundamental que sua empresa possua antivírus, firewalls, criptografia e mecanismos de duplo fator de autenticação.

Achou interessante? Informe-se sobre a segurança dos dados e dos funcionários da sua empresa! Fale com a Cia do Treinamento. Entre em contato com a gente e saiba mais. Telefone: (34) 3253-0533

Comentários estão fechados.